Pesquisar neste blog

12 de abr de 2011

GRANDES COMPANHEIROS - PET TERAPIA

QUASE TODAS AS PESSOAS QUE TÊM, OU JÁ TIVERAM, UM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO CONCORDAM QUE ELES REALMENTE TRANFORMAM O AMBIENTE DA CASA.
Os chamados Pets causam mudanças na rotina mas principalmente no comportamento em todas as idades, pois a companhia e amizade que eles oferecem é em tempo integral e isso preenche muitas vezes o espaço que outra pessoa deixou. Segundo a autora, o fato é que quando se estabelece uma relação com o animal o novo hábito passa a  estimular áreas específicas do cérebro, que são relacionadas com as emoções. Uma criança que estabelece um vínculo com um animal de estimação e passa a considerá-lo seu amigo, desperta mais cedo a autoestima e a autoconfiança, além de senso de responsabilidade e cuidado.
Em São Paulo, a psicóloga e adestradora da Cão Cidadão (Tatiane Ichitani) desenvolve um trabalho onde os animais (cães, gatos, coelhos, tartarugas ou pássaros) são considerados agentes fundamentais para promover e melhorar a qualidade de vida das pessoas. A TAA (TERAPIA ASISTIDA POR ANIMAIS) contribui na socialização e autoconfiança de pessoas que sofrem de solidão e depressão. O Dr. Pet (Alexandre Rossi) zootecnicta e comportamentalista criou em 1998 uma empresa que atua em domicílio atraves de consultas comportamentais e adestramento. No Rio de Janeiro o Projeto Pelo Próximo (Roberta Araujo) atua com portadors da Síndrome de Down, idosos, paralisados cerebrais, crianças portadores de HIV, câncer e necessidades especiais atuando é áreas realcionadas ao desenvolvimento psicomotor e sensorial, auxiliando o tratamento de distúrbios, físicos , mentais e emocionais. Pouco conghecida a Equoterapia onde o "terapeuta" é o cavalo, atua nas áreas da saúde e educacional, buscando um desenvolvimento biopsicossocial visando a ressocialização de pessoas portadoras de alguma deficiência ou aquelas que tenham déficit de atenção. Outro aliado e mais que amigo são os cães-guias.
A Lei n.º 11.126/05 assegura ao deficiente visual que utiliza cão-guia a sua entrada e permanência em locais públicos e privados de uso coletivo assim com dentro de veículos. Esta animal é treinado por um ano e meio e somente é entregue ao seu usuário após um processo de interação entre o homem e o animal.
Não tenha receio, adotar um animal é mais que um gesto de amor!
Eles alegram, ensinam, são companheiros e verdadeiros terapeutas.


Citados neste artigo:
Roberta Araujo
Empresária e Coordenadora do projeto Pelo Próximo
Rio de Janeriro RJ tel 21 98358822
Tatiane Ichitani
Psicóloga, Adestradora e Consultora Comportamental da Cão Cidadão
São Paulo/SP tel 11 35718138
http://www.caocidadao.com.br/



Fonte e Fotos: Revista Polishop/Ana Carolina Caires

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RECEBA POR EMAIL