Pesquisar neste blog

30 de abr de 2013

GATOS PARA ADOÇÃO - JUNHO DE 2013 RIO DE JANEIRO/RJ.

ATUALIZADO EM 18.05. 2013.

SE DESEJA ADOTAR UM DE NOSSOS GATINHOS MANDE UM EMAIL PARA projetogatocarioca@gmail.com  ENVIAREMOS O QUESTIONÁRIO PARA SER PREENCHIDO E REENVIADO, ASSIM PODEREMOS REALIZAR UMA RESERVA!

TODAS AS MÃES E GESTANTES SÃO TESTADAS PARA FIV E FELV,

VACINADAS E CASTRADAS PELO PROJETO.

  • SOL MAIS 4 BBS Francisco, Pedro, João e Mariah.
  • KRISTAL MAIS 5 BBS Arthur, Alex, Michael, Layla e Mary.
  • INGRID MAIS 4 BBS Joanna, Igor, Mia e Amora.
  • BIA MAIS 1 BB Belinha.

ESTA É A NOSSA FORMA DE AJUDAR A ESTAS JOVENS GATINHAS
A ENCONTRAR UM LAR.
TODAS AS MAMÃES TEM, APROXIMADAMENTE, MENOS DE 1 ANO DE VIDA!
TODOS OS GATINHOS COM MAIS DE 5 MESES SÃO ENTREGUES CASTRADOS.














SOU UMA MENINA A FELÍCIA!


SOU UMA MENINA JUJUBAH






DISPONÍVEIS Amora escaminha e INGRID É UMA MAMÃE MUITO FOFA,
APROXIMADAMENTE 7 MESES DE IDADE, UM BB CUIDANDO DE OUTROS 4 BBS.




3 MESES



(RESERVADO RAQUEL)










Sou um gatinho com deficiência visual parcial,
perdi minha visão vitima de doenças que acometem
gatinhos abandonados e sem as vacinas. Sou feliz e brincalhão não sou
diferente em nada por isso.



29 de abr de 2013

Pulgas um parasita que deve ser debelado!

ATENÇÃO ELAS ESTÃO NA SUA CASA!
 Indesejável e nociva ao animal este parasita para ser debelado precisa de determinação e empenho sem os quais seu $$$$ vai para o ralo e elas reinfestam num ciclo vicioso.

Pulgas sobrevivem nos casulos (PUPAS) na qual a larva se mantém protegida do ambiente por até 6 meses e não são afetadas por tratamentos ambientais com inseticidas

Pulgas podem ficar vivas sem se alimentar por até dois meses no ambiente, aguardando um hospedeiro = seu gato ou cão!


PORQUE DEVEMOS COMBATER ESTE MAL?
- podem causar anemia pois se alimentam do sangue do gatinho;
- são transmissores de verminoses;
- podem carregar fungo, virus e bactérias;
- podem provocar reações alérgicas severas em gatinhos sensíveis;
- a proliferação é muito rápida causando infestações incontroláveis; e
- TEM NA SUA CASA (AMBIENTE INTERNO) CONDIÇÕES PROPÍCIAS E IDEAIS PARA REPRODUZIR E SOBREVIVER!

Para ilustrar o ciclo da pulga, a figura abaixo mostra que apenas 1 pulga se transforma em 400 pulgas, numa infestação onde o ambiente é o maior contaminado!

Elas estão na sua cama dormindo com você, no seu sofá assistindo TV, piso tacos ou carpetes de difícil limpeza são suas moradas preferidas, roupas e armários ou seja, lhe acompanham no trabalho ou onde você for, e estão presentes em qualquer meio orgânico (areia/terra, fibra, papelão, etc).

Imagem e Fonte: Ouro Fino
Existe no mercado um grupo de desparasitários eficazes mas seu uso deve exceder o ciclo da pulga para que o ambiente seja limpo e elas não encontrem mais hospedeiro. Após seis meses as larvas também serão eliminadas. A cada 21 dias o gato deve receber uma pipeta de acordo com seu peso e o ambiente deve ser semanalmente limpo com produto apropriado para este combate. Serão 6 meses de tratamento aconselho a 12 meses no caso de infestação grave!

Os gatinhos resgatados são tratados imediatamente ao resgate para que os lares temporários não sejam infestados por este parasita. 

Procedimento do projeto:

1. usamos 1 comp. de capstar em cada gato antes de colocar nos transportadores, os animais são mantidos em locais de fácil limpeza.
2. 12 h após o medicamento que tem efeito apenas nas 24h após a utilização, funcionando como um exterminador de rápida ação, damos banho e escovamos para que ovos e pulgas mortas saiam dos pelos. (orelhas são limpas após o banho)
3. o local onde eles estavam nas 12h do efeito do medicamento é desinfectado, areia descartada e pratinhos esterilizados. Nesta noite ou 12h não usamos papelão, tecido ou piso de madeira, eles ficam em banheiros para que seja bem limpo no dia seguinte.
4. após banho recebem após 12h uma pipeta na nuca de acordo com peso, de um dos produtos disponíveis (REVOLUTION, ADVOCATE, PROPETOR PET, MY PET OU FRONT LINE).
5. aguardamos a secagem para recolocar os gatinhos juntos no caso de ninhadas ou mãe e filhotes.

Agindo assim já eliminamos muito trabalho futuro, os gatinhos são mantidos limpos e prontos para a etapa da vermifugação, super alimentação e outros cuidados veterinários que sejam necessários.

Nossa intenção é ajudar os que estão passando por esta situação pois em nada este trabalho terá sentido se doamos um animal limpo e em alguns dias ele se torna um animal infestado, sujeito a doenças de toda a ordem!

21 de abr de 2013

Mitos sobre a convivência entre FELINOS & HUMANOS!






   
UM BELO NEGRO GATO!


Muitos mitos e crendices persistem em relação aos felinos. Muitas delas ligadas a Idade Média, quando bruxas teriam gato, na maioria das vezes negro! 

Dai surgiram as primeiras crenças de que gatos eram "animais do mal" e por incrível que pareça, pessoas em pleno século XXI, se referem a estes seres de amor como animais de "azar" entre outras bobagens.

Escrevo na companhia de meus 11 gatos, todos sem exceção adoram um computador! São companhias adoráveis, interagem perfeitamente e são detentores de um profundo sentimento de gratidão e amor. São castrados, vacinados e nenhum plus size (gordo). 

Mantemos atividades em brinquedos, arranhadores  e nenhum sofá foi atacado ou destruído! Cada um a seu modo e com seu jeitinho demonstram seu amor e gratidão.



Violeta, resgatada sem seus filhotes
possivelmente se afogaram! Tratada e
amada em seu Lar!
LUTAMOS em todas as campanhas de rua para desmistificar toda e qualquer crendice e promover as adoções com a posse responsável para que nossos gatinhos tenham de fato um lar seguro e amoroso, longe da perversidade de alguns humanos!


Acreditem NÃO SOU UMA BRUXA DO MAL mas sou louca por gatos! Minha Missão como cuidadora é INFORMAR tudo o que aprendo diariamente com o convívio e cuidados que adotamos no projeto O Gato Carioca. Acreditem, gatos tem muito mais a ensinar do que podemos imaginar!

Gato é TUDO DE BOM, merecem uma chance de ser feliz, receberem cuidados veterinários (castração e vacinação) além de serem amados!

Dois é sempre melhor do que um
gato solitário e com vida angustiada!
Victor e Valentina.

Não podemos rotular nenhum ser portanto, cada um terá suas características desenvolvidas de acordo com o meio e a genética.

Lendo sobre o assunto trago um resumo da matéria publicada na ANDA por Marcela Godoy que julguei bastante interessante e alguns comentários pessoais. 




Cada gato é um gato: não podemos esquecer que cada ser é único em sua história e essência,  é o resultado do genótipo que se manifesta (hereditariedade) moldado pela influência do meio em que vive (fenótipo)...

"Alguns absurdos que tentam justificar maus tratos, negligência e preconceito.

1. “tenho que me desfazer dele (do gato) porque estou grávida” - CONTEXTO DA RELAÇÃO SEM EXPLICAÇÃO!
2. “gato é perigoso porque transmite toxoplasmose”. nÃO CONHEÇO NENHUMA PROTETORA COM TOXOPLASMOSE E LIDAMOS DIARIAMENTE COM MUITOS GATOS.
3. “Não posso ter gato porque tenho rinite”. EU TENHO E APENAS A MUDANÇA DE TEMPO DISPARA A CRISE, SÃO 11 GATOS NUM APARTAMENTO SEM ESPIRROS MAS COM AMBIENTE LIMPO!
4. “Gato preto dá azar”. ESTA É A MAIOR DAS BOBAGENS E IDIOTICES, SEM COMENTÁRIOS!
5. “O gato é traiçoeiro”. PORQUE???? NUNCA TRAÍRAM A MINHA CONFIANÇA.
6. “Quando o gato mia (ou o cachorro late) embaixo da sua janela é porque alguém da casa vai morrer”. ESTA É DE MATAR!
7. “O gato não é carinhoso”. OUTRO ABSURDO. GATOS SÃO CRIATURINHAS MUITO CARINHOSAS E SE AFEIÇOAM A QUEM ESCOLHEM PARA SER SEU TUTOR.
8. “O gato é independente”. SIM ELE É MAS APENAS PORQUE FAZ SUA VIDA A SEU BELO PRAZER, ENTRETANTO OS CUIDADOS DIÁRIOS DA ALIMENTAÇÃO, ÁGUA LIMPA E CAIXAS HIGIÊNICAS EM CONDIÇÕES DE USO SÃO DE NOSSA RESPONSABILIDADE. ELES NÃO PRECISAM SER ENSINADOS, 99% DOS GATOS APRENDE SOZINHO O CAMINHO DO SEU BANHEIRO.
9. “Gato não obedece”. NÃO É ADESTRADO COMO UM CÃO E NÃO REAGE DA MESMA FORMA, NÃO SÃO PASSÍVEIS DE ROLAR E FAZER REPETIÇÕES.

E nos perguntamos...porque tantas idiotices? O que não chamaremos mais de crendices.

GRAVIDEZ -  qual a relação fundamentada entre estar grávida e o fato de conviver com gatos ou qualquer outro animal? Aqui, inverto o dito popular. No caso, “é melhor remediar (descartar o gato) do que prevenir (tomar os simples e devidos cuidados)”. E “desfazer” é um termo recorrente na boca de quem quer sempre a solução mais fácil. Pobres pais e mães que através do exemplo ensinam aos filhos que a vida é descartável…muitos pais vão parar no asilo futuramente ou terão futuro pior (não é praga, é infelizmente, constatação). Porque quando começarem a “incomodar” os filhos com as mazelas da senilidade, estes também desejarão “se desfazer”. E fatalmente o farão.
TOXOPLASMOSE - Com uma certa licença poética, pergunto: “Vai comer o cocô do gato, por acaso”? Sou bióloga e creio que a pessoa que sabe como se adquire a toxoplasmose, sabe também o mínimo sobre noções de higiene. Na gravidez e fora dela. Alguns médicos mal informados ou temerosos, com a chancela do conhecimento científico especista elitista ajudam a engrossar esse coro.
GATO NÃO PROVOCA RINITE/ALERGIA - A crise de rinite não é desencadeada pelo gato. E sim pelos ácaros que podem estar nos pelos dele. Assim como podem estar na poeira por toda a casa, roupas e etc. Solução: aspirador de pó e pano úmido na casa e escovação do felino, se possível um banho mensal ajuda a eliminar o pó e o ácaro de seus pelos.
GATOS PRETOS - por mais medieval que soe, há pouco ouvi isso dentro do ônibus. Algumas pessoas odeiam gato preto. Eles carregam o estigma da Idade Média. Por muito tempo, os gatos foram acusados de serem demoníacos, principalmente os de cor preta. Isso custou a vida de milhares de gatos, que foram cruelmente perseguidos, capturados e jogados à fogueira. Sem falar que percebo o preconceito também com os malhados (tenho uma, a Tigrinha). Aqueles que são uma mistura de todas as cores. Muitas pessoas confundem com doença de pele. São sempre os últimos na fila da adoção. Preconceito com a cor da pele. Qualquer semelhança não é mera coincidência…
GATO NÃO É BRINQUEDO - Se ele não gosta que um estranho o pegue no colo, ou pior, se alguém fica testando a paciência dele através de “brincadeiras” de mau-gosto, é certo que ele irá se manifestar. Sua tolerância é menor que a do cachorro por exemplo. E essa manifestação não amigável é encarada como agressão gratuita. Muitas vezes o “brincar” e o “carinho” deles vêm acompanhados de mordidas e arranhões. Assim eles procedem com seus iguais.


Luck e Leo
gatinhos de temperamento forte!
TEMPERAMENTO - Uns são mais, outros menos chegados a manifestações humanas de carinho.  Mas eles são muito carinhosos, sim. Até exibicionistas quando querem uma coçadinha na barriga ou atrás da orelha. E retribuem ronronando, se esfregando (para deixar seu cheiro que marca sua propriedade), e diria até, sorrindo. Quem convive com um gato sabe do que estou falando. Eles nos esperam chegar e nos dão carinho gratuito. Claro, o “amor” deles aumenta bastante no inverno. Mas isso serve para as outras espécies também.
O LIMITE DA INDEPENDÊNCIA FELINA - essa afirmação, muitas vezes serve de desculpa para algumas pessoas se omitirem com relação aos cuidados de alimentação e outros. Em que sentido ele é independente? Se deixarmos sem água e comida, ele se vira sozinho? Várias vezes ouvi essas afirmativas com essa conotação. No sentido do apego emocional, o gato é, sim, menos dependente do que o cachorro. Mas um cão muito bem “resolvido”, segundo Cesar Millan, e não frustrado em sua natureza, não exibe esse comportamento de “dependência” de seus tutores.
PERSONALIDADE - muitas vezes esse comentário vem de tutores de cães que sentem um certo prazer em exibir suas habilidades de comando. O gato obedece quando quer, quando é do seu interesse. Cesar Milan nos lembra que obedecer a comandos como “senta”, “rola”, “pega” não são características de um cão disciplinado e saudável. São simples comandos que levam o cão, por repetição demonstrar antropomorficamente determinados comportamentos. Muitas vezes são transformados em autômatos na base do medo ou da recompensa. Na maioria das vezes para a satisfação dos egos humanos. O gato simplesmente não se presta a este papel. Aí pode estar a gênese para a concepção errônea de que “os cães são mais amigos”. Os gatos são um pleno exercício de respeito às vontades, à autonomia e ao espaço dos outros.

Lamentamos pois tais pessoas, nunca terão a oportunidade de conviver para entender e desfrutar deste ser magnífico, o gato.

A Desinformação é o verdadeiro mal! Algumas pessoas repetem o que ouvem sem analisar o que está escrito nas entrelinhas. Outras são superstições que as pessoas insistem em disseminar. 

Nosso trabalho é INFORMAR ao maior números de pessoas que a convivência com um gato é uma experiência inigualável e que gatos precisam da companhia de outro semelhante, diminuindo consideravelmente os problemas de comportamento (ciúmes e agressões). Animais solitários, entediados e com medo podem agredir antes de qualquer coisa como meio de defesa, porém, quando se sentem amados, retribuem da mesma forma! Este é um outro tema que será abordado em breve "Comportamento Felino".

RECEBA POR EMAIL