Pesquisar neste blog

21 de abr de 2013

Mitos sobre a convivência entre FELINOS & HUMANOS!






   
UM BELO NEGRO GATO!


Muitos mitos e crendices persistem em relação aos felinos. Muitas delas ligadas a Idade Média, quando bruxas teriam gato, na maioria das vezes negro! 

Dai surgiram as primeiras crenças de que gatos eram "animais do mal" e por incrível que pareça, pessoas em pleno século XXI, se referem a estes seres de amor como animais de "azar" entre outras bobagens.

Escrevo na companhia de meus 11 gatos, todos sem exceção adoram um computador! São companhias adoráveis, interagem perfeitamente e são detentores de um profundo sentimento de gratidão e amor. São castrados, vacinados e nenhum plus size (gordo). 

Mantemos atividades em brinquedos, arranhadores  e nenhum sofá foi atacado ou destruído! Cada um a seu modo e com seu jeitinho demonstram seu amor e gratidão.



Violeta, resgatada sem seus filhotes
possivelmente se afogaram! Tratada e
amada em seu Lar!
LUTAMOS em todas as campanhas de rua para desmistificar toda e qualquer crendice e promover as adoções com a posse responsável para que nossos gatinhos tenham de fato um lar seguro e amoroso, longe da perversidade de alguns humanos!


Acreditem NÃO SOU UMA BRUXA DO MAL mas sou louca por gatos! Minha Missão como cuidadora é INFORMAR tudo o que aprendo diariamente com o convívio e cuidados que adotamos no projeto O Gato Carioca. Acreditem, gatos tem muito mais a ensinar do que podemos imaginar!

Gato é TUDO DE BOM, merecem uma chance de ser feliz, receberem cuidados veterinários (castração e vacinação) além de serem amados!

Dois é sempre melhor do que um
gato solitário e com vida angustiada!
Victor e Valentina.

Não podemos rotular nenhum ser portanto, cada um terá suas características desenvolvidas de acordo com o meio e a genética.

Lendo sobre o assunto trago um resumo da matéria publicada na ANDA por Marcela Godoy que julguei bastante interessante e alguns comentários pessoais. 




Cada gato é um gato: não podemos esquecer que cada ser é único em sua história e essência,  é o resultado do genótipo que se manifesta (hereditariedade) moldado pela influência do meio em que vive (fenótipo)...

"Alguns absurdos que tentam justificar maus tratos, negligência e preconceito.

1. “tenho que me desfazer dele (do gato) porque estou grávida” - CONTEXTO DA RELAÇÃO SEM EXPLICAÇÃO!
2. “gato é perigoso porque transmite toxoplasmose”. nÃO CONHEÇO NENHUMA PROTETORA COM TOXOPLASMOSE E LIDAMOS DIARIAMENTE COM MUITOS GATOS.
3. “Não posso ter gato porque tenho rinite”. EU TENHO E APENAS A MUDANÇA DE TEMPO DISPARA A CRISE, SÃO 11 GATOS NUM APARTAMENTO SEM ESPIRROS MAS COM AMBIENTE LIMPO!
4. “Gato preto dá azar”. ESTA É A MAIOR DAS BOBAGENS E IDIOTICES, SEM COMENTÁRIOS!
5. “O gato é traiçoeiro”. PORQUE???? NUNCA TRAÍRAM A MINHA CONFIANÇA.
6. “Quando o gato mia (ou o cachorro late) embaixo da sua janela é porque alguém da casa vai morrer”. ESTA É DE MATAR!
7. “O gato não é carinhoso”. OUTRO ABSURDO. GATOS SÃO CRIATURINHAS MUITO CARINHOSAS E SE AFEIÇOAM A QUEM ESCOLHEM PARA SER SEU TUTOR.
8. “O gato é independente”. SIM ELE É MAS APENAS PORQUE FAZ SUA VIDA A SEU BELO PRAZER, ENTRETANTO OS CUIDADOS DIÁRIOS DA ALIMENTAÇÃO, ÁGUA LIMPA E CAIXAS HIGIÊNICAS EM CONDIÇÕES DE USO SÃO DE NOSSA RESPONSABILIDADE. ELES NÃO PRECISAM SER ENSINADOS, 99% DOS GATOS APRENDE SOZINHO O CAMINHO DO SEU BANHEIRO.
9. “Gato não obedece”. NÃO É ADESTRADO COMO UM CÃO E NÃO REAGE DA MESMA FORMA, NÃO SÃO PASSÍVEIS DE ROLAR E FAZER REPETIÇÕES.

E nos perguntamos...porque tantas idiotices? O que não chamaremos mais de crendices.

GRAVIDEZ -  qual a relação fundamentada entre estar grávida e o fato de conviver com gatos ou qualquer outro animal? Aqui, inverto o dito popular. No caso, “é melhor remediar (descartar o gato) do que prevenir (tomar os simples e devidos cuidados)”. E “desfazer” é um termo recorrente na boca de quem quer sempre a solução mais fácil. Pobres pais e mães que através do exemplo ensinam aos filhos que a vida é descartável…muitos pais vão parar no asilo futuramente ou terão futuro pior (não é praga, é infelizmente, constatação). Porque quando começarem a “incomodar” os filhos com as mazelas da senilidade, estes também desejarão “se desfazer”. E fatalmente o farão.
TOXOPLASMOSE - Com uma certa licença poética, pergunto: “Vai comer o cocô do gato, por acaso”? Sou bióloga e creio que a pessoa que sabe como se adquire a toxoplasmose, sabe também o mínimo sobre noções de higiene. Na gravidez e fora dela. Alguns médicos mal informados ou temerosos, com a chancela do conhecimento científico especista elitista ajudam a engrossar esse coro.
GATO NÃO PROVOCA RINITE/ALERGIA - A crise de rinite não é desencadeada pelo gato. E sim pelos ácaros que podem estar nos pelos dele. Assim como podem estar na poeira por toda a casa, roupas e etc. Solução: aspirador de pó e pano úmido na casa e escovação do felino, se possível um banho mensal ajuda a eliminar o pó e o ácaro de seus pelos.
GATOS PRETOS - por mais medieval que soe, há pouco ouvi isso dentro do ônibus. Algumas pessoas odeiam gato preto. Eles carregam o estigma da Idade Média. Por muito tempo, os gatos foram acusados de serem demoníacos, principalmente os de cor preta. Isso custou a vida de milhares de gatos, que foram cruelmente perseguidos, capturados e jogados à fogueira. Sem falar que percebo o preconceito também com os malhados (tenho uma, a Tigrinha). Aqueles que são uma mistura de todas as cores. Muitas pessoas confundem com doença de pele. São sempre os últimos na fila da adoção. Preconceito com a cor da pele. Qualquer semelhança não é mera coincidência…
GATO NÃO É BRINQUEDO - Se ele não gosta que um estranho o pegue no colo, ou pior, se alguém fica testando a paciência dele através de “brincadeiras” de mau-gosto, é certo que ele irá se manifestar. Sua tolerância é menor que a do cachorro por exemplo. E essa manifestação não amigável é encarada como agressão gratuita. Muitas vezes o “brincar” e o “carinho” deles vêm acompanhados de mordidas e arranhões. Assim eles procedem com seus iguais.


Luck e Leo
gatinhos de temperamento forte!
TEMPERAMENTO - Uns são mais, outros menos chegados a manifestações humanas de carinho.  Mas eles são muito carinhosos, sim. Até exibicionistas quando querem uma coçadinha na barriga ou atrás da orelha. E retribuem ronronando, se esfregando (para deixar seu cheiro que marca sua propriedade), e diria até, sorrindo. Quem convive com um gato sabe do que estou falando. Eles nos esperam chegar e nos dão carinho gratuito. Claro, o “amor” deles aumenta bastante no inverno. Mas isso serve para as outras espécies também.
O LIMITE DA INDEPENDÊNCIA FELINA - essa afirmação, muitas vezes serve de desculpa para algumas pessoas se omitirem com relação aos cuidados de alimentação e outros. Em que sentido ele é independente? Se deixarmos sem água e comida, ele se vira sozinho? Várias vezes ouvi essas afirmativas com essa conotação. No sentido do apego emocional, o gato é, sim, menos dependente do que o cachorro. Mas um cão muito bem “resolvido”, segundo Cesar Millan, e não frustrado em sua natureza, não exibe esse comportamento de “dependência” de seus tutores.
PERSONALIDADE - muitas vezes esse comentário vem de tutores de cães que sentem um certo prazer em exibir suas habilidades de comando. O gato obedece quando quer, quando é do seu interesse. Cesar Milan nos lembra que obedecer a comandos como “senta”, “rola”, “pega” não são características de um cão disciplinado e saudável. São simples comandos que levam o cão, por repetição demonstrar antropomorficamente determinados comportamentos. Muitas vezes são transformados em autômatos na base do medo ou da recompensa. Na maioria das vezes para a satisfação dos egos humanos. O gato simplesmente não se presta a este papel. Aí pode estar a gênese para a concepção errônea de que “os cães são mais amigos”. Os gatos são um pleno exercício de respeito às vontades, à autonomia e ao espaço dos outros.

Lamentamos pois tais pessoas, nunca terão a oportunidade de conviver para entender e desfrutar deste ser magnífico, o gato.

A Desinformação é o verdadeiro mal! Algumas pessoas repetem o que ouvem sem analisar o que está escrito nas entrelinhas. Outras são superstições que as pessoas insistem em disseminar. 

Nosso trabalho é INFORMAR ao maior números de pessoas que a convivência com um gato é uma experiência inigualável e que gatos precisam da companhia de outro semelhante, diminuindo consideravelmente os problemas de comportamento (ciúmes e agressões). Animais solitários, entediados e com medo podem agredir antes de qualquer coisa como meio de defesa, porém, quando se sentem amados, retribuem da mesma forma! Este é um outro tema que será abordado em breve "Comportamento Felino".

Um comentário:

  1. olá. só uma pequena observação no texto, no caso de toxoplasmose, por questão informativa, o protozoário Toxoplasma gondii "frequenta" o ser humano, animais domésticos e outros também, como de produção ou animais da flora, o fato é que o hospedeiro em que o protozoário se reproduz é o gato. Bom, o que vale ressaltar é que, mesmo sendo o gato o hospedeiro final, a ocorrência do protozoário nos bichanos é ínfima em sua população como um todo, cerca de 1 a 3% de gatos dentre toda a população doméstica hospeda o "parasita", neste caso, mesmo convivendo entre muitos gatos como muitas pessoas fazem, ter mais de um, dois gatos, passar para o ser humano é raro, basta tomar todos os cuidados devidos e a contaminação é praticamente inexistente (se é que o gato em questão está contaminado e o dono não está ciente disso), lembrando que a transmissão é realizada através do contato com as fezes, alguns animais, como o cão, apesar de poder portar a Toxoplasmose, ele não é um transmissor pelo fato dele não eliminar o protozoário pelas fezes assim como faz o gato, mas como disse antes, com os cuidados devidos, a transmissão é praticamente inexistente.
    Vale lembrar que qualquer animal doméstico pode transmitir doenças, para isso, basta ter um dono (a) descuidado (a).
    Eu posso falar a respeito disso porque, gosto de cães, tive 3 ao longo da vida, tenho 34 anos, mas os felinos são meus companheiros de vida. no momento, como moro em apartamento não posso me dar o luxo de ter mais de um aqui comigo, por questão de espaço, mas... os gatos são meus verdadeiros amigos animais, são companheiros fenomenais, depois que conquistamos a confiança de um gato ele se torna um verdadeiro amigo!
    Meu amigo peludo (afonso) manda lembranças a todos que gostam e cuidam bem de seus felinos. ;)

    ResponderExcluir

RECEBA POR EMAIL