Pesquisar neste blog

28 de jul de 2011

LIPIDOSE HEPÁTICA

Na Lipidose Hepática o gato apresenta uma quantidade excessiva de gordura armazenada no interior das células hepáticas, acarretando numa disfunção dessas células. A doença também é conhecida como "Doença do fígado gordo". Os principais candidatos a desenvolver a Lipidose são os gatos obesos que deixam de se alimentar por períodos superiores a 7 dias. No entanto, felizmente não é todo o gato obeso que deixa de se alimentar que desenvolverá Lipidose. Os principais sintomas são: ausência de apetite, icterícia (pele e mucosas amareladas), vômito, salivação e perda de peso. A melhor estratégia para prevenir a doença seria evitar a obesidade do gato, estimulando exercícios e oferecendo dietas restritas em calorias. Outra medida importante é sempre que for realizada uma mudança de dieta, o proprietário deve certificar-se de que o gato está comendo a nova dieta, uma vez que os gatos são extremamente seletivos na escolha da alimentação. Portanto, o fato de uma dieta não-palatável poderá levar a sua não-ingestão pelo gato e, caso essa condição perdure por mais de 7 dias, o gato estará em risco de desenvolver Lipidose.  

Fonte: Revista Pulo do Gato
Colaboração: Dr. Valdo Reche, o maior especialista em felinos do Brasil.
Mestre em Clínica Veterinária pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnica da USP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RECEBA POR EMAIL